Painel da loja de companheiro

O painel da Loja de Companheiro é, no seu conjunto, muito semelhante ao painel da Loja de Aprendiz. A diferença é a inclusão da Estrela rutilante ou Flamejante, com a Letra “G”; assim como a Alavanca, a Régua, a Espada e a Trolha. O número de degraus passa a ser cinco (que se atribui aos cinco estágios da inteligência, representados pela Coluna Dórica, Coluna Jônica, Coluna Coríntia, Compósita e Toscana; os cinco sentidos: tato, olfato, gosto, visão e audição; e as cinco viagens com o manejo das ferramentas adequadas, as quais representam o progresso rumo ao aperfeiçoamento).

                Entre os elementos da simbologia aplicada ao Grau de Companheiro, há a Estrela Flamejante, de cinco pontas, o Pentalfa. A Estrela Flamejante, por ser um foco ardente, e fonte de Luz e Calor, bem como pelo seu significado filosófico, no próprio Grau de Companheiro, tem conotação mais voltada para o discernimento e uma inteligência verdadeiramente esclarecida e aberta a todas as conquistas do conhecimento e compreensões.

                A Alavanca tem valor pelo seu sistema. Na edificação, sua utilidade está na remoção de pedras para prepara-las como alicerces. É importante lembrar que, na Maçonaria, a Alavanca é um instrumento usado nas provas e está sempre acompanhado da Régua, justamente porque a força deve ser prudentemente medida.

                A Régua utilizada pelos operativos para medir e delinear os trabalhos, como para traçar linhas retas, de modo variado, pela Maçonaria Especulativa foi dividida em 24 polegadas. Trate-se, pois, a régua o símbolo da razão e do caráter cognitivo da mente humana.

                A Espada é a arma branca, formada de uma lâmina comprida e pontiaguda, podendo ser de um ou de dois gumes. Cuida-se de instrumento que indica o símbolo do poder, em especial no meio militar. Em Maçonaria, a Espada tem grande simbologia. E, de regra, é o objeto usado no cerimonial como símbolo de poder e autoridade, motivo pelo qual é o emblema dissipador das trevas e da ignorância.

                A trolha é uma espécie de pá achatada usada pelo pedreiro para aplicar a argamassa, como instrumento simbólico destina-se a realizar a unidade. É o emblema característico do amor fraternal que deve unir todos os Maçons.

Trechos do capítulo II – Item Painel da Loja de Companheiro, do Livro Virtude e Verdade – Graus Simbólicos, do autor Luiz Fachim